quinta-feira, 29 de julho de 2010

Queniano é condenado a 14 anos de prisão por relações sexuais com burro!!
Um cidadão queniano de 30 anos foi condenado a 14 anos de prisão por ter mantido relações sexuais com um burro, informou nesta quinta-feira a imprensa local.
Stephen Kipkemoi Rono, pai de dois filhos, se declarou culpado perante a corte de ter mantido ato "antinatural" com o animal, algo proibido no Quênia, indicou a rádio "Capital FM" em seu site.
"Em 22 de julho, na localidade de Tebeswet, no distrito de Narok Sul, (Rono) manteve relação carnal com um animal, concretamente um burro, algo que vai contra a ordem da natureza", assinalou a emissora.
Após mostrar seu arrependimento, o homem alegou "que tinha sido enganado pelo diabo, sua mulher o tinha abandonado para se casar com outro homem, desde então sofria uma carência de relações sexuais", e por isso tinha cometido o crime.
Rono tem 14 dias para realizar uma apelação contra a sentença.
Opinião: Penso que todos, inclusive os animais, devem ser protegidos. Aqui no Brasil, os crimes de ato sexual não permitido (estupro) tem como bem jurídico a dignidade sexual, e a pena mínima é de 06 anos de reclusão (a mesma do homicídio simples), que é um exagero. Contudo, 14 anos anos, já é radicalismo total, então, caso o agente passivo seja um ser humano, no mínimo, a pena é de prisão perpétua...eu disse "no mínimo", pois, em algumas regiões da Índia, "corta-se o mal pela raiz"....
É o que há!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Espaço acadêmico - afirme seu posicionamento!

Quem sou eu

Minha foto
são paulo, são paulo, Brazil
profissional crítico do Direito...que concilia a racionalidade com as emoções..ou pelo menos tenta....avesso à perfídia...e ao comodismo que cerca os incautos... em tempo: CORINTHIANO!!

Seguidores

Arquivo do blog

Páginas